segunda-feira, 29 de junho de 2015

UM ADEUS NA RUA DOS POETAS.

foto Tio Jorge
O raiar do Sol nesta manhã (17/06/2015) brilhou mais fraco na Rua dos Poetas, devido o falecimento de uma das Moradoras mais Ilustre daquela rua.
Dona Durvalina Menezes Mãe de Menininho, Tia de Carlinhos, Joaquim, Maria e Cloves e, Avós de Vitória,  Monaisa, Alibi e Júnior.
Dona Durvalina se foi e deixou nos corações do seu filho, netos, sobrinhos e amigas e amigos, a certeza de que ela estará no descanso eterno.

Os Poetas ou melhor, o Poeta daquela Rua Cloves de Duce que é Sobrinho de Dona Durvalina, nesta manhã não escreveu nenhum poema, assim como recitar, pois cada palavra dita e decifrada neste instante, viria com lágrimas, lamentações e desejo de vê Dona Durvalina na labuta do seu dia sempre sorridente e dedicada ao lar e a família.
Neste instante, trecho de um Poema dizia assim: “O Choro de um falecimento, marcou a ausência de um grande amor no coração de um poeta, que comprou uma coroa de flores e depositou sobre o tumulo do seu grande amor”. (Trecho do Poema A DOR DE UM ADEUS. Autor Jorge Souza (Tio Jorge).
Desejamos que o Senhor Deus na sua Infinita Bondade possa consolar toda Família Menezes. 











Nenhum comentário: