quarta-feira, 20 de março de 2013

HERANÇAS DAS GESTÕES PASSADAS.

foto da peça teatral o Rey Caracol.


Por: Tio Jorge.
Ao longo de quase uma década este jornal acompanhou o desenrolar e as tentativas de acertos das gestões que assumiram o compromisso de administrar este município. Vimos que as promessas de campanhas ficaram nos palanques, assim como o cumprimento das mesmas. Foram 27 anos de histórias de uma cidade que não conseguiu avançar devido à falta de compromisso dos nossos representantes na Casa do Poder Executivo Municipal, que sempre contou com o fechar dos olhos (VISTAS GROSSAS) por parte dos vereadores (as) que formaram as bases dos governos passados. O resultado de tudo isso é visto, notado e exclamado em cada esquina da cidade e nos Povoados, onde o abandono é total.
Nestes nove anos redigindo matérias para informar ao Povo os últimos acontecimentos, notamos que cada gestor que saia da Prefeitura Municipal de Heliópolis, leva quase tudo que adquiriu ao longo do seu mandato, como se a prefeitura fosse dele, deixando para traz um rastro de destruição. Em todas as secretarias os computadores perderam a sua identidade, as informações contidas neles foram deletadas e tudo que foi construído ao longo das gestões, foram jogados dentro do lixo, pois aqueles prefeitos que perderam o poder pela sua falta de compromisso, não desejam que o seu sucessor tenha sorte. As heranças malditas deixadas por essas gestões que saíram, tem como consequência a perda de vários contratos, convênios e ações que estavam em andamentos. As escolas encerraram o ano com pendencias, as Secretarias de Educação, Saúde, Ação Social, Meio-ambiente, Obras, Segurança Publica e Administração, tiveram seus secretários contratados demitidos, para que sobrasse mais dinheiros para encher os bolsos desses gestores; e, como se não bastasse tanto abandono, eles ainda deixavam de pagar as contas de água, luz, telefone e internet, tornando o município inadimplente, até a próxima gestão assumir o controle de tudo, pois aqui a lei é cotar o mau pela raiz. 
Resta à gestão que assume o poder trabalhar para que tudo volte a ser como era antes. E neste instante vale mandar um recado para o PREFEITO ILDINHO E O SEU VICE GAMA. É necessário neste momento iniciar os trabalhos SEM TER MEDO DE ACERTAR. Aliás, é notório afirmarmos que esse é um dos desafios que esta nova gestão tem que encarar. Acertar é preciso assim como fazer valer os votos recebidos. Quem votou em Ildinho e Gama, votou no melhor segundo a visão deles (os eleitores); eles votaram querendo que ambos encararem e desenvolvam uma Heliópolis cheias de vícios, em uma cidade melhor para todos mostrando assim para que veio. Neste momento vale aqui lembrar uma parte do discurso do Vice-prefeito Gama Neves no dia de sua posse. “Heliópolis terra do sol, da água, da agricultura combatida com a longa estiagem. Heliópolis da esperança, da acolhida, de ansiosa espera à quebra das correntes que nos separam de uma terra desenvolvida. Heliópolis de Juventude desamparada, dos Velhos e de Crianças que não conseguem andar sozinho. É preciso darmos as mãos, pois juntos na busca dos nossos sonhos”. E com essas palavras do vice-prefeito, que concluímos aqui os nossos relatos, acreditando que tudo vai dar certo é só não ter medo de acertar...

Nenhum comentário: